Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
Mensagens : 5
Data de inscrição : 31/08/2017
Ver perfil do usuáriohttp://dph-empregos.forumeiros.com

ESTATUTO OFICIAL PARTE I (CAPÍULOS XI À XVIII) ®

em Sex Set 01, 2017 12:51 am

CAPÍTULO 10 – Sistema de promoções ®



[list="margin-bottom: 10px; box-sizing: border-box; font-family:"]
[*]É proibido promover o mesmo policial duas patentes seguidas. Autor sujeito a notificação.
[*]Se os dois policiais (quem promoveu e quem foi promovido) forem acusados de promoções por amizade, ambos serão punidos com rebaixamento ou até mesmo demissão.
[*]Um promotor deve respeitas as regras e metas promocionais, caso contrário, serão notificados.
[*]Todas as promoções devem estar de acordo com as obrigações mínimas que serão citadas abaixo.
[/list]
 
Soldado – Cabo
Ter um bom rendimento na recepção;
Mostrar respeito com seus superiores e novatos na polícia;
Ortografia apresentável;
Falar sempre em negrito;
Possuir no mínimo 30 minutos de T.S
 
Cabo - Sargento:
 
Ter no mínimo 3 dias de sua Instrução para Cabos (T1);
Ter um excelente atendimento na recepção;
Ter uma ortografia razoável;
Ter um bom comando na sala de recrutas;
Operar bem as alavancas 1, 2 e 3;
 
Sargento - Subtenente:
 
Ter um bom trabalho nas tarefas gerais da base;
Ter uma ótima ortografia;
Possuir 4 dias de instrução TE;
Ser efetivo principalmente nas alavancas e ter um bom comando da recepção;
Excelente comando nas recepções;
 
Subtenente - Aspirante-à-Oficial:
 
Possuir 6 dias de instrução TF;
Aprovação no A.G I;
Ter uma presença representativa nas bases;
Bom comando O.G, entre as demais tarefas em base;
Ter postura ao assumir comandos e lidar com inferiores;
 
Aspirante-a-Oficial - Tenente:
 
Excelente comando O.G;
Ter uma atitude respeitosa e formal com todos;
Ter um excelente trabalho nas restantes tarefas da base;
Ter um grande interesse por aulas, treinos e rondas;
Não misturar amizade com trabalho;
Aprovação na EPFO e no A.G II;
Ter uma ótima ortografia;
 
Tenente - Capitão:
 
Ter um excelente comando em todas as funções;
Ter uma excelente ortografia;
Conseguir lidar e impor respeito;
Interesse em dar suporte aos inferiores;
Possuir 11 dias de instrução T2;
Ter postura e dar exemplo aos demais policiais;
 
Capitão - Major:
 
Ter um magnífico comando em todos os setores da base;
Ser presente em base e/ou sua atividade extra (Principalmente como Guia)
Respeitar e adquirir posição de respeito na polícia com seus companheiros;
Possuir 15 dias de instrução T3;
Ser oficializado pela convenção mensal da promoção a capitão;
Manter-se em elevados padrões em todos os locais reservados à polícia;
Ser um [G] obrigatoriamente;
 
Major - General:
 
Excelente comando geral da base;
Ter interesse em aulas/treinos/rondas/atividades extras;
Saber lidar com as situações diversas da polícia;
Possuir no mínimo 17 dias na patente;
Excelente ortografia;
Conhecimento geral do estatuto da polícia;
Impor e dar o devido respeito a inferiores/superiores;
 
General - Coronel:
 
Ter um comando impecável em todos os setores da polícia;
Ser um bom Oficial;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação; ser direto e definitivo no que falar;
Aprovação na Fase de Testes;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
 
Coronel - Inspetor:
 
Conseguir agir como um superior, principalmente em suas decisões;
Fazer da DPH seu local prioritário;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
TCC concluído;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;
 
Inspetor - Inspetor-chefe:
 
Saber dar ordens, ser direto quanto à elas;
Conseguir agir como um Superior;
Fazer da DPH seu local prioritário;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Participar de reuniões;
Contribuir 100% para com a polícia;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;
 
Inspetor-chefe - Diretor:
 
Ser o cérebro da polícia;
 

CAPÍTULO 11 – Ausência/Aval ®



A polícia DPH não permite que seus membros se ausentem de suas atividades sem permissões. Caso isso aconteça, os policiais serão rebaixados por ausência de acordo com as regras abaixo mencionadas.
10 dias de ausência – Demissão para Cabos
07 dias de ausência – Demissão para Sargentos
05 dias de ausência – Rebaixamento para subtenentes acima
03 dias de ausência – Advertência escrita para tenentes acima
30 dias de ausência – Demissão para cargos pagos superiores
Para que os policiais possam permanecer ausentes de suas atividades no habbo sem receberem punições, a polícia DPH dispõe de um sistema de aval concedido pela direção através do nosso site.
Regras:
[list="margin-bottom: 10px; box-sizing: border-box; font-family:"]
[*]Apenas Subtenentes acima podem solicitar avais.
[*]O prazo máximo de aval a ser solicitado periodicamente é 30 dias. Caso o policial precise de mais tempo, deverá solicitar através de aval secundário no final do período solicitado anteriormente.
[*]Para cancelar um aval, o policial deverá pagar a qualquer diretor a taxa de exigência de 1c.
[*]Durante o período ativo do aval é proibido entrar no habbo. Caso entre, o aval será cancelado e se houver ausência da taxa de cancelamento (1c de exigência) o policial será notificado.
[*]Um tenente acima só tem direito a 60 dias de aval durante um período de 6 meses. Caso seja solicitado mais do que isso dentro do período de 6 meses será RECUSADO.
[/list]
Motivos válidos para solicitar avais:
Problemas pessoais e familiares;
Estudos ou trabalho;
Problemas de saúde;
Problemas com aparelhos eletrônicos ou sinal de internet;
Viagens;
Assuntos particulares;

CAPÍTULO 12 – TCC – Trabalho de Conclusão de Cargo ®



Este é um sistema que terá como alvo formar Oficiais Superiores de qualidade. Os coronéis são os mais preparados para exercer essa etapa. Então, este TCC irá propor uma tarefa para todos os coronéis da polícia, eles deverão formular uma tese muito coerente e explicativa para os Diretores visarem e ver se o tal Coronel tem uma postura e uma capacidade adequada de um superior. Concluindo isso, o Coronel terá uma melhor aprovação para seu próximo cargo e terá a confiança dos superiores para impor suas ideias.
Como irá funcionar o TCC:
O Coronel deverá formular uma tese, ou seja, um trabalho. Nesta tese, deverá haver a elaboração de um projeto principal de autoria própria. Vale lembrar que, quanto mais conteúdo de qualidade for apresentado, mais vantagem o Coronel terá. Todo esse processo será acompanhado por um orientador. No final do trabalho, o Coronel deverá apresentar seu projeto para a banca examinadora que é decidido pela presidência, somando pontos para a aprovação.
Artigo 1: O prazo para entrega do TCC teórico é de 20 dias a partir da instrução inicial.
Artigo 2: O prazo para conclusão da apresentação prática é de 10 dias após entrega do TCC teórico.
Artigo 3: Os coronéis receberão arquivos de instrução assim que chegarem ao cargo pelos seus orientadores.
Artigo 4: 3 reprovações no TCC resultam em rebaixamento.

CAPÍTULO 13 – Comandos e recrutamento ®



A Polícia DPH adota como comandos oficiais:
 
Sentido – Posição de respeito em pé ao maior superior presente na base, anunciado pelo oficial de comando;
Atenção – Comando de anúncio, dar-se-á como o comando anterior, apenas por membros da direção acima.
Silêncio – Comando ordenado pelo receptor do sentido imobilizando as atividades gerais da base (este comando só pode ser anunciado juntamente com o sentido ou atenção)
Apresentar-armas – Comando de punição geral ou individual por irregularidades de acordo com o regulamento disciplinar.
Continência – Comando de cumprimento a superiores quando necessário.
Apresentar-se – Comando executado nas salas específicas através da solicitações de superiores para inferiores, em casos de conversa particular dentro do QG, envolvendo punições, troca de uniformes ou promoções de sargentos com TE acima)
À vontade – Comando de liberação às atividades através do superior receptor do comando ‘Sentido’. (Este comando só poderá ser anunciado após encerramento do comando Sentido)
Descansar – Comando de liberação às atividades através da solicitação de diretores acima; (Este comando só poderá será anunciado após encerramento do comando Atenção)
Todos os superiores deverão obrigatoriamente acenar durante o sentido. Quando um superior entrar em base, o sentido será prestado ao mesmo, os demais superiores que estiverem na base deverão prestar continência. Assim que finalizarem, o superior que estiver recebendo o sentido deverá também acenar uma vez e então, dar o 'À vontade'.
Ps: Exceto Diretores, que somente acenarão na entrada de um Supremo/Vice-Presidente ou Presidente.
 

CAPÍTULO 14 – Atividades extras e suas permissões ®



ARTIGO 1: Todos os policiais poderão participar de até 3 funções extras além dos Guias, independente da patente. 
ARTIGO 2: Tudo que for modificado ou implantado nos grupo terá de ter a permissão da presidência. 
ARTIGO 3: Os únicos policiais que podem interferir nos grupos fazem parte da Presidência.
ARTIGO 4: Auxílio e Vice-Liderança de um grupo é considerado extra, independente da denominação inicial da função.
ARTIGO 5: O policial que adentrar-se nos grupos, deve estar ciente de todas suas responsabilidades e, uma vez não cumpridas, arcará com as penalidades do grupo, conforme previsto no presente documento. 
ARTIGO 6: Cada líder é responsável pelo seu grupo, exercendo apenas sua função e não outras.
 

CAPÍTULO 15 – Parcerias ®



ARTIGO 1: Os Parceiros da DPH terão acesso sempre às bases.
ARTIGO 2: Os Parceiros da DPH devem ficar somente na sala de superiores. 
ARTIGO 3: O número máximo de membros da parceira dentro das bases é de 3 representantes. 
ARTIGO 4: Os Membros da Policia DPH podem participar das atividades das parceiras.
 

CAPÍTULO 16 – Honrarias para Cargos Pagos ®



ARTIGO 1: Todos os Cargos Pagos Superiores (Vip’s acima) poderão receber a honraria, desde que estejam em exercício do cargo e ativos, sendo observados unicamente pela Direção da Polícia DPH, não podendo ser indicados por outros policiais.
ARTIGO 2: A honraria será representada por uma ★ na missão sendo seu limite máximo de [3]. Ao ser promovido, o mesmo dará início a um novo ciclo de honraria. 
Uma (★) estrela representa bom trabalho e interesse em assuntos da DPH. 
Duas (★★) estrelas representam bom trabalho e boa atividade, comprometimento e confiança, atividade exemplar em base e desempenho em suas funções. 
Três (★★★) estrelas representam destaque em suas atividades e sua representação dentre os cargos superiores, estando em aptidão aos novos níveis hierárquicos consecutivos ao que possui.
ARTIGO 3: Merecimento - É merecedor da estrela de honraria o superior que:
[list="margin-bottom: 10px; box-sizing: border-box; font-family:"]
[*]Demonstrar confiabilidade e segurança em suas atividades; 
[*]Ser presente e ativo em base, não apenas ocupando lugares no centro; 
[/list]
III. Estar interessado em envolver-se em grupos e atividades de superiores; 
[list="margin-bottom: 10px; box-sizing: border-box; font-family:"]
[*]Representar-se com os melhores padrões dentro e fora da Polícia DPH; 
[*]Ser útil ao fazer uso de seu cargo e também seus benefícios, como: Direitos, direitos administrativos, lideranças, permissões, promoções, palavra e poder; 
[*]Não envolver-se em amizades em suas decisões; 
[/list]
VII. Agir de forma segura e independente ao posicionar-se diante dos inferiores;
ARTIGO 4: 
Regras da Honraria: 
Cada estrela só poderá ser entregue ao mesmo policial a cada 15 dias. Ou seja, se você recebeu uma honraria em 1/5, só poderá receber a próxima em 15/05, não sendo uma obrigatoriedade. Esse prazo será considerado MÍNIMO, podendo estender-se até um tempo indeterminado. 
Pt.2: Apenas Diretores poderão entregar a honraria, e não será permitido um mesmo Diretor bonificar o mesmo policial mais de uma vez. Ou seja, se você foi retribuído por uma estrela pelo Diretor Ciclano, ele não poderá retribuir a próxima estrela seguida, apenas um outro Diretor ou a Diretoria em conjunto de decisão. 
Pt.3: Os superiores poderão, a qualquer momento, perder a estrela caso desrespeitem alguma regra da polícia DPH, seja rebaixado (automaticamente zera-se as honrarias), não cumpra com suas atividades ou permaneça ausente da polícia por um tempo estimado pela Direção/Supremacia/Presidência.
 
ARTIGO 5: Quem receber a honraria ganhará uma estrela na missão e um emblema que deixará registrado o recebimento.
 
ARTIGO 6: Aplicação: Para uma honraria ser entregue, o Diretor indicador deverá ter 51% de acordo dos demais Diretores. Esta decisão deve ser feita em primeira visão na reunião dos diretores. Caso não seja possível, deve ser feito uma ligação entre todos, onde a maioria dos votantes terá a decisão final, sendo modificada apenas pela Presidência, caso necessário.
 

CAPÍTULO 17 – Estado-Maior e Regulamento Disciplinar ®



 
O ESTADO MAIOR da Polícia DPH tem como objetivo corrigir as más ações dos policiais.
É através dele que se faz a justiça no que diz respeito ao sistema de punições disciplinares.
 
ARTIGO 1: Todas as punições aplicadas aos policiais registrados da DPH devem ter base registrada no regulamento disciplinar.
ARTIGO 2: Os únicos que terá poder de intervir nas punições serão os MINISTROS e o PRESIDENTE.
ARTIGO 3: Sistema de avaliação do Estado Maior:
 
- Ouvidoria: Entender e analisar as provas de ambas as partes;
- Investigação: Procurar outros envolvidos, testemunhas e depoimentos;
- Sindicância: Comparar a situação e adaptá-la na punição correta do regulamento disciplinar.
 
Contato: As queixas devem ser enviadas para o e-mail do ministério, sendo: estadomaiordph@gmail.com 
No corpo do e-mail explique a situação e deixe o seu contato. Lembre-se de guardar as contraprovas.
 

CAPÍTULO 18 – Readmissões ®



ARTIGO 1: O policial precisa ter no mínimo 3 meses em atividade na polícia DPH. Ou seja, durante um aval, o policial não está em atividade. Portanto os dias com aval não serão contabilizados.
ARTIGO 2: O policial precisa ter no mínimo a patente de Tenente/Embaixador acima para seguir as exigências de readmissão.
ARTIGO 3: O tempo para solicitar readmissão é de no máximo 60 dias para Coronéis abaixo. Caso seja excedido esse tempo, não poderá solicitar readmissão. Inspetor acima é tratado como caso a parte.
ARTIGO 4: O prazo máximo para um policial solicitar sua readmissão na mesma patente e com os treinamentos aprovados é de 15 dias. Após esse período, o policial voltará com uma patente inferior a que se demitiu e sem nenhum treinamento. Contabilizando de 15 em 15 dias até o prazo máximo de 60 dias para readmissão. Por exemplo, um Coronel se demitiu e se passou 47 dias após sua demissão. Ele terá a possibilidade de voltar como Capitão e sem nenhum treinamento.
ARTIGO 5: O policial precisa ter aprovação nos treinamentos exigidos por sua patente para seguir o Artigo 4. Por exemplo, um Tenente precisava estar aprovado no T2 no momento da demissão.
ARTIGO 6: O policial que for Capitão, por exemplo, e se demiti sem possuir o treinamento T3. Voltará como Tenente e com seus treinamentos, independentemente de ter efetuado o pedido dentro de 15 dias. Em caso de pedir a readmissão após os 15 dias, terá a oportunidade de voltar como Aspirante a Oficial e sem treinamento, como segue a regra do Artigo 4.
ARTIGO 7: Quanto as funções extras, o policial só terá direito a voltar caso o líder do grupo aceite seu retorno na função.
ARTIGO 8: Caso seja aceito pelo líder em alguma função extra, suas atividades dentro da função ficarão a critério da liderança da função. A presidência não irá interferir nesse quesito.
ARTIGO 9: Quanto a direitos em base, fica a critério da presidência decidir se o policial voltará com direitos ou não.
ARTIGO 10: Quanto a direitos em emblemas, fica a critério da presidência decidir se o policial voltará com direitos ou não.
ARTIGO 11: Caso o policial tenha se demitido e foi para outra polícia. E no período estipulado de acordo com o Artigo 3 tenha pedido readmissão, ficará a critério da presidência analisar o caso da demissão e após isso ter a possibilidade de aplicar ou não as regras.
ARTIGO 12: O pedido de readmissão deve ser solicitado para algum membro da presidência diretamente. Ou seja, Presidente, Vice-Presidente ou Supremo. Após a solicitação, entrará em análise.
ARTIGO 13: A readmissão só será efetuada se tiver o consenso dos 3 membros da presidência.
ARTIGO 14: Após a confirmação da presidência, o policial em questão poderá procurar um Diretor ou até mesmo algum membro da presidência para executar sua readmissão.
ARTIGO 15: Para solicitar sua readmissão será necessário:

- Nick no habbo em que era policial;
- Motivo da demissão muito bem explicado e provado;
- Motivo do pedido de readmissão;
- Funções que exercia na polícia e qual deseja voltar a exercer. Isso inclui atividades extras como Sp, Pf, etc e direitos nos demais setores da polícia;
Observação do artigo 15: O pedido deve ser solicitado em contato direto com a presidência e com todos os requisitos acima.
ARTIGO 16: O prazo de análise da readmissão não será estipulado. Poderá demorar um dia ou até mais de uma semana.
ARTIGO 17: O artigo 3 é válido apenas para a primeira readmissão. Segundas readmissões serão tratadas fora das normas impostas.
ARTIGO 18: Somente com o consenso do Presidente, poderá haver exceções a todos artigos acima. Com casos de extrema raridade.
Observação final 1: As readmissões são inconstantes. Ou seja, terão períodos/épocas em que a presidência irá efetuá-las. Sempre que for liberado a permissão para readmissão, a presidência irá avisar com antecedência.
Observação final 2: Todos os casos serão analisados com critérios éticos e morais que não ferem os direitos do policial. O consentimento dos supremos tornará as readmissões justas e satisfatórias para qualquer membro da polícia.
 Esse estatuto está sob a jurisdição do Departamento de Justiça da Policia DPH. Todos os direitos reservados ©
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum